Surto de Hepatite A

image001

O que é e como se transmite?

A hepatite A é uma infeção aguda, causada por um vírus designado por vírus da hepatite A (VHA).

O principal modo de transmissão é via fecal-oral por ingestão de alimentos ou água contaminados. Mais recentemente existem evidências de contágio por via sexual (relações sexuais entre pessoas de sexo masculino) e outras vias mais raras.

Manifestações Clínicas e Tratamento

A infeção pode ser assintomática, subclínica ou provocar doença aguda, autolimitada.

Imagem4

A gravidade da doença aumenta quando existe doença hepática crónica associada (esteatohepatite, cirrose, hepatite B ou C crónicas).

Não existe tratamento específico para a hepatite A, sendo apenas tratados os sintomas da infeção.

Incidência

A partir dos anos 80 do século XX verificou-se uma redução progressiva da incidência da doença e do risco de a contrair, resultado das obras públicas de saneamento e melhoria das condições higieno-sanitárias em geral

Em 2015, foram notificados 12 527 casos de hepatite A em 30 países, incluindo Portugal. A taxa de endemicidade, à semelhança de outros países da Europa Ocidental e do Norte, é baixa.

Recomendações

Segundo o Diretor Geral da Saúde, Dr. Franscico George, em entrevista à RTP, pessoas com reconhecida exposição ao VHA, não vacinadas devem procurar o seu médico. A decisão da eventual necessidade de vacinação ou outras medidas é um ato de responsabilidade e competência médica

A higiene pessoal cuidada e tomada de precauções básicas para afastar situações de risco são fundamentais para evitar o contágio.

 

Orientação 004/2017 – Hepatite A – 29/03/2017
Declarações do Diretor-geral da Saúde à RTP – 30/03/2017